terça-feira, setembro 30, 2008

Jogo

Telefonema. Olá. Trás aquele baralho de cartas para podermos jogar. Os dois. Levei uma caixa com vários jogos. E o lanche. Sacos de plástico. Sentei-me no sofá. Televisão ligada em volume baixo. Estavas a ler. Estou a meio. Marcador. Quando acabar de ler empresto-te. Ajeitaste as almofadas que abraçavas enquanto lias. Abri a caixa. Baralho. Jogamos vários. Fomos saltitando de jogo em jogo. Novas regras. Só nossas. Nunca tal tinha ouvido nessa regra. Eu jogo sempre assim. Sorriso maroto. Não se trata de batota. Apenas limar as regras confusas em mais fáceis. Acessíveis. Ainda vasculhamos a caixa e tentamos jogar outros. Mas já tinhamos um em ideia. BlackJack. A técnica é simples. Jogamos com fichas. Foi sempre a apostar. Fartámo-nos de rir. Da desmoralização de perder. Da alegria de ganhar. Fomos trocando de posição. Ora banca. Ora apostador. Fui perdendo várias vezes. Jogar e lanchar. Perder. Ganhar. Perder. Perder. Perder. Nunca me deixaste ganhar. Nunca te deixei perder. As horas passaram a correr. Nem pela janela com os cortinados abertos. Faltava pouco para a hora de jantar. Convite. Jantas cá. Vou por mais um lugar na minha pequena mesa.

Azar no jogo mas uma sorte imensa no amor.

11 comentários:

Ana Correia disse...

Há pessoas com o vicio do jogo, outras com o vicio do amor, e ainda outras com ambos os vícios. =)

Gostei muito.

Beijinho

Morgaine disse...

A doce perfeição dos momentos simples...a magia das "pequenas" coisas...

Mais um conjunto de "palavras que aquecem a alma" =)

Twlwyth disse...

Excelente ideia. :)

Bom jogo de palavras.

Beijos

I'm a Rebel disse...

Balau, Balau, a tua escrita é fascinante :)

JoanaC. disse...

E onde é que aprendeste esse jogo? Onde?

Imagino, a minha prima deve-te ter ganho a léguas, se tvessem a jogar a dinheiro tinhas empenhado a casa, a família, os amigos...

Lol, muito giro o texto... com movimento.

Beijinho.

Miss Candy disse...

Obrigado pelos Parabéns! ;) Bjs!*

Ricardo Galvão de Mello disse...

bom regresso amigo!;)

bom jogos, de amor... =)

Teresa Dias disse...

Melhor que ter uma sorte imensa no amor, é ter tb uma sorte imensa no jogo! ehehe mas pronto, não se pode ter tudo!

Ah e sim, filmámos aquela nossa cantoria no casamento! Quando for ao msn envio-te! eheh

beijinhoo***

nuvem disse...

O amor por vezes também é um pouco como o próprio jogo... Precisa de um bocadinho de sorte :)

Ana Correia disse...

Feliz Natal, cheio de amor , felicidade e alegria.

Para qd outro post?

beijinho

JoanaC. disse...

Olha, tu é uma seca!

Já não postas desde Setembro, achas normal?

Vai masé ver se arranjas um texto para eu ler!