quarta-feira, abril 30, 2008

Estória

Era uma vez uma ela e um ele. Ela fazia vida normal. Ele também. Amavam-se. Sempre. Muito. Partilham a mesma estória. De Amor. Sem acasos. As suas almas estavam sempre juntas. Dia e noite. Desde que se viram pela primeira vez. Ele fazia supresas de vez em quando. Gostava de ver a cara dela de espanto quando lhe oferecia alguma coisa. Ela sempre sem saber o que fazer sorria sempre e beijava-o demoradamente. Passeavam sempre que podiam por aqui e por ali. Jardins. Teatros. Cinema. O já cá estive mas contigo ainda não era sempre motivo para passarem por lá juntos. Ela abraçava-o ou dando-lhe a mão apontava para os pormenores para ele também reparar neles. Aquela flor. Aquela nuvem. Aquele detalhe na pintura. Aquele pôr-do-sol. Quando se deitavam na relva e tentavam descobrir o que fazia parecer as nuvens. Os dois antes de dormir pensavam sempre um no outro. Era à noite que a saudade chegava. Ela ia junto da janela e vendo a cidade fechava os olhos. Ele já deitado segurava uma fotografia dos dois e fechava os olhos. Ambos dizem Eu Amo-te.

A nossa estória dava um livro.

8 comentários:

Sofia disse...

Eu nao sei onde vais buscar estas ideias. Mas continua porque sao lindos os teus textos. Este fez-me especialmente sorrir!!

Beijinho

Twlwyth disse...

Descobrir novos pormenores em cada gesto, em cada passo dado a dois, em cada palavra que ficará escrita.

Beijo

miana disse...

Um livro, dizes tu?


Vários volumes, digo eu.

*plim*

susana catarino disse...

obrigada pela visita:)

tenho de confessar que os textos deste blog me surpreendem sempre! gosto!
bjs

Carol Barcellos disse...

Ah, essa história é linda. Já pude vivê-la um pouquinho. Mas só um pouquinho. Mas fico feliz de saber que muitos a vivem muito. Ou muitíssimo...

Beijinhos doces cristalizados!!! :o*

BetiCris disse...

Olá, obrigada pela visita às minhas tonalidades (pinturas).
Adorei ler as tuas "estórias".
beijinhos

Raio de Sol disse...

Uhhh... Sonhei!!!
Lindissimo!

Catarina disse...

Quanta sensibilidade! E tanto pormenor! Fiquei enfeitiçada por este blogue (a Joana já me tinha falado).

:D